Ninguém diz que vai doer quando acaba

Na quarta-feira o frio na barriga se intensificou, o dia começou a correr devagar (pelo menos na minha cabeça), e tudo se tornou chato e sem graça. Eu só conseguia pensar em uma coisa: o final de semana.

Dizem que o final de semana serve para descanso, reposição das energias, sair com os amigos, extravasar toda raiva e o stress do meio da semana. Já para mim, o final de semana tem outro significado. Meu final de semana é você.

Na quinta-feira, a ansiedade começou a se tornar parte de mim, nem meus cigarros conseguiam controlar o que eu estava sentindo. Tudo dentro de mim parecia estar estremecido, fraco e sem cor, porque você desperta cores primárias em mim e seus sentimentos transformam essas cores em uma mistura, criando mais cores, mais sentimentos e intensificam o meu desejo por você.

Finalmente sexta-feira à noite chegou e faltavam poucas horas para eu enfim encontrar você. Me deitei na cama mas não conseguia dormir. Criei planos para nós o dia todo e a vontade de estar junto só aumentava. Ao olhar para o teto do quarto fiz desenhos de nós dois, e eu os coloria com as cores que você me fazia sentir.

Sábado, Domingo.

Domingo à noite chegou e com ele um amontoado de pensamentos. Dentro do ônibus não consegui deixar de pensar no seu toque, sua voz, seu sorriso de lado, sua barba cerrando o meu pescoço, seu olhar penetrante e o cheiro natural da sua pele quando encosto meu corpo no seu.

Minhas paletas estão com suas cores renovadas e com novas misturas. Estou sobrecarregado de amor, mas aquele sentimento de perda surge em mim, como se eu estivesse deixando uma parte de mim para trás e dentro daquele ônibus indo de volta para casa eu percebi: eu tinha ficado lá.

Eu nunca vou entender como sua presença me faz falta, e como contar os dias para te ver me faz bem, talvez seja porque a ansiedade me transforma em um gás que impulsiona meus sentidos a te querer, a te respeitar e a te desejar ainda mais.

E eu sei que sou uma pessoa completa, mas quando estou com você eu entendo que posso ser mais e isso me acalma a alma, me sinto mais vivo, mais forte e colorido para enfrentar qualquer obstáculo que me faça ficar longe de você.

A dor de estar te deixando certamente estava ali mas eu não queria enxergar. Tomei algumas pílulas para me acalmar, fumei alguns cigarros, pensei nas nossas cores, li livros. Mas aí percebi que o que me ajudava com a dor era saber que o próximo final de semana eu estaria com você novamente, meu amor.

Olha, meu príncipe, ninguém diz que vai doer quando acaba… Mas quem disse que acabou? O próximo final de semana já está aí.

Parceria com Álvaro Bruno

Anúncios

8 comentários em “Ninguém diz que vai doer quando acaba

Adicione o seu

  1. Garoto que história maravilhosa estou passando por isso nesse momento meu namorado mora longe de mim. E nos falamos todos os dia por Watsapp, FaceTime em fim de várias formas. Em fim é uma dor né . Sucesso no blog

    Curtir

  2. Que história linda. Lembrei do tempo em que morava longe do meu amor e não via a hora de chegar os finais de semana pra ficar com, mesmo que fosse na porta de casa conversando ou fazendo cafuné.

    Curtir

  3. Garoto que maravilhoso o teu olhar para o amor.
    Dê certa forma eu posso dizer que isto aconteceu amigo,tudo no caso… Fazemos besteiras na vida para protejer quem nós amamos ,mas de uma hora pra outra,nos se tornamos fantasmas na vida do amado ou/ o troco.
    Suas palavras fazem sentido,esse amor que você sente faz sentido,tentando achar uma descrição para tudo oque li hoje.
    Parabéns.

    Curtir

  4. muito lindo o texto, me identifiquei com ele, pois estou passando por isso, meu amor mora longe, so o vejo no final de semana… meus parabéns, seus textos são muito bons.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: