Estou muito bem sozinha, obrigada

 

Eu não quero que você pense que sou vítima pois não sou. Também não quero que você pense que não tenho coração, pois se eu escrevi essa carta é porque não consigo expressar tudo o que sinto olhando no seu rosto, não sei se aguentaria olhá-lo novamente nos olhos, e nem quero.

Hoje, mais forte e renovada, eu consigo enxergar coisas que antes passavam despercebidos aos meus olhos. Você me fez acreditar que o amor verdadeiro existe. Você me deu contrações ventriculares, me dei calafrios no corpo, me deixava extasiada com seu perfume e seu sorrido de lado era estonteante. Mas agora eu consigo ver o quanto eu fui tola. Aliás, o quanto fui ingênua pois eu tentei acreditar no que diziam os livros e os filmes de amor, mas com você só encontrei desilusões.

Eu não acho justo a forma como você saiu da minha vida. Como se ela fosse banal, como se não houvesse nenhuma importância. Você chegou me cativando e foi embora sem ao menos fechar a porta. Você entrou dentro da minha alma, explorou cada pedacinho do meu corpo, usou cada centímetro dos meus sentimentos e esvaziou o meu corpo em questão de minutos como se eu fosse uma bexiga de festa infantil cheia de ar que explode em contato com um simples garfo. Você foi o meu garfo.

É muito dolorido se entregar de corpo e alma e acreditar em palavras que foram ditas da boca para fora de alguém que dizia te amar. Você se sente mal por ter acreditado, se sente impotente por não poder voltar atrás. Você se sente trouxa por ter depositado fichas em um telefone sem fio.

Eu comecei a pintar. Faço quadros lindos com aquarela. Também entrei na academia, minha dor no ciático sumiu, meu sorriso voltou a estampar meu rosto e minha bunda cresceu, estou fazendo o treino certinho. Mudei de casa, meu novo endereço é bem longe do da sua mãe, aquela chata careta.

Comprei um cachorro para me fazer companhia. Assinei netflix, me mudei ao lado de um restaurante de comida japonesa que é meu preferido, você sabe. Comprei uma mesa de centro, aprendi jardinagem. Hoje eu cozinho, passo, lavo e cuido da minha própria vida. E sabe qual é a melhor parte de tudo isso? É você não estar mais na minha vida me atrasando, me levando para baixo e me desanimando.

Mas enfim, contudo isso eu só queria mesmo é te agradecer por ter me traído. Por ter me abandonado, por ter dito todas àquelas palavras horríveis que você disse olhando nos meus olhos. No começo foi bem dolorido e difícil de esquecer. Mas se não fosse por você eu nunca teria percebo o quanto eu sou linda. O quanto meu quadril é maravilhoso, minha bunda é gostosa e que eu mereço ser feliz com ou sem você. E que de forma alguma eu preciso de um homem na minha vida. Eu preciso é de ter paz comigo mesma. Ter pessoas sinceras ao meu lado e o número da minha mãe no contato de emergência para quando eu quiser desabafar.

Obrigado meu ex, por ter roubado meu coração, por ter o partido em mil pedacinhos e por me fazer ressurgir das cinzas feito uma fênix linda, inabalável e poderosíssima.

 

Anúncios

Um comentário em “Estou muito bem sozinha, obrigada

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: